IO5 - Relatório de Recomendações Políticas

Relatório de Recomendações Políticas

Quando surge um conceito que pode aumentar os lucros dos empregadores, melhorar a felicidade e o bem-estar dos empregados e ajudar a regenerar o ambiente, os responsáveis políticos devem registar e tomar atenção. O consórcio do REMOTE CTRL encontrará seguramente uma série de aspetos positivos e negativos para o teletrabalho  ao longo do projeto. Toda a experiência adquirida e que vale a pena partilhar será divulgada através da publicação de um Documento de Orientação.

Em muitos aspetos, a nível de Erasmus+, o projeto REMOTE CTRL  é uma experiência. É uma experiência para ver como um consórcio pode administrar um projeto remotamente do princípio ao fim; para ver se é possível abordar e resolver problemas que possam surgir; e depois poder levar tudo o que é aprendido e partilhar com empresas, formadores, empregados e decisores políticos. A inovação é o que se pretende com Erasmus+. Trata-se de "apoiar corajosamente".

O Documento de Orientação fornecerá uma  série de recomendações políticas baseadas nas experiências dos parceiros do consórcio, o impacto alcançado pelo projeto num período de tempo relativamente curto, o potencial para um maior desenvolvimento do modelo REMOTE CTRL, e potenciais implicações em termos de recursos. 

O Documento de Orientação considerará o papel a desempenhar de todas as partes envolvidas para garantir que possam ser extraídos os benefícios máximos das tecnologias omnipresentes, através de estratégias de teletrabalho responsáveis baseadas nas ferramentas digitais disponíveis.

O Documento de Orientação também abordará o papel essencial que a formação para formadores de Educação e Formação Profissional desempenha na obtenção de resultados de aprendizagem de qualidade, especialmente quando se trabalha num ambiente com uma evolução tecnológia.

Finalmente, o documento de orientação avaliará a experiência dos parceiros do projeto em 8 países diferentes e fará recomendações para a mudança de políticas com base nessa experiência. Considerará por que razão uma mudança de abordagem política poderá ser relevante e os benefícios económicos a serem obtidos a partir do novo modelo desenvolvido.

 Os recursos estarão disponíveis, em todas as línguas envolvidas no projeto, até ao final de agosto de 2022.